A minha mais recente compra: iPod photo 30GB

ipod photo.jpg

(iPod mini do lado esquerdo com três anos e meio de uso intensivo, iPod photo 30GB do lado direito)

Andava há uns tempos com esta dúvida na cabeça: qual a melhor maneira de andar com a minha instalação do OS X de um lado para o outro (entre Portugal e Inglaterra)? A opção mais óbvia era, naturalmente, um disco externo com uma imagem da instalação do OS X que tenho no MacBook Pro. Convenhamos que é uma vantagem incomensurável sobre o Windows.

Tendo eu uma embirração com discos externos USB (2.5″ ou 3.5″) especialmente os que implicam andar com um transformador atrás, a melhor opção seria um disco firewire. Nem mais! Até que me lembrei de que os iPods com firewire podem servir de disco externo de arranque (embora lentos, pois o disco de 1.8″ que os equipa não deve muito à velocidade).
E a utilidade e vantagens comparativas do iPod não se ficam por aí:

– Ligação por firewire (mais rápida, apesar da lentidão do disco, e sem ocupar porta USB)
– Ouvir música (obviamente)
– Guardar fotografias directamente da câmara digital (com um conector específico e bem útil para quem só utiliza um cartão de 1GB)
– Facilidade de encontrar peças de substituição (em particular discos e baterias)
– Mais barato que os novos classic (embora sem garantia, video ou a mesma capacidade)

Feitos os cálculos do espaço que precisava, verifiquei que me bastaria um iPod de 30GB para o trabalho (libraries de iTunes e iPhoto não estão no disco interno do MBP e não são propriamente fundamentais). Portanto, qualquer iPod 4G de 40GB ou Photo de 30, 40 e 60GB serviria. iPod Video e Classic foram automaticamente excluídos por terem apenas conexão USB e não ser possível trocar a bateria.

Indo à eBay inglesa, estive uma semana a ver leilões com os preços habituais para estes modelos. Tendo perdido alguns leilões dos modelos de 60GB por ultrapassarem o meu orçamento, acabei por comprar na Sexta-Feira um iPod 30GB por 65 libras, mais 5 libras de portes, sem acessórios mas na caixa original (o número de série da caixa e do iPod coincidiam). No total a operação custou-me 100 euros. Ontem às 8 da manhã tinha o carteiro a bater-me à porta com o embrulho.

Outros vendedores (em Inglaterra) há que cobram 10 e 11 libras de portes para entregar um iPod sem ser por correio rápido. Em acréscimo, é possível encontrar iPods photo novos (refurbished) vindos directamente de Hong Kong ou Taiwan, embora por preços superiores.

Quanto ao iPod em si está em bom estado e a qualidade de som (com uns phones in ear baratos) uns furos acima da do mini. A bateria também não parece estar viciada, especialmente quando comparada com a do mini que já vai na segunda e a caminho da terceira.

A qualidade das fotografias vistas no ecrã do photo não é brilhante, mas era expectável. Afinal de contas, trata-se do primeiro modelo de iPod com ecrã a cores, lançado há quase três anos. A navegação nos menus é que é notoriamente mais lenta que a do mini.

O SuperDuper (minireview aqui) copiou 23GB de ficheiros em pouco mais de uma hora, sem registar quaisquer problemas.

No que toca a velocidade, os números falam por si. 5 minutos desde o arranque até o desktop estar operacional e os seguintes benchmarks no Xbench:

ipod photo 30GB directamente ligado-1.jpg

MBP 5400RPM.jpg

Em abono da verdade, o disco do photo quando foi testado estava ligado na porta firewire sem utilização, ao passo que o do MBP estava a ser utilizado, pelo que os números não serão de circunstâncias idênticas. Mas ainda assim, desde que se tenha uma boa quantidade de memória, serve.

Em conclusão estou francamente satisfeito com a minha compra. Poupa-me a necessidade de levar o portátil às costas para Lisboa nesta época natalícia que se avizinha.

Quanto ao mini, a reforma ainda está longe e nos próximos meses irei trocar o disco de 4GB por um cartão de memória de 16GB.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

8 comentários em “A minha mais recente compra: iPod photo 30GB”

  1. Bruno Duarte Says:

    Olá Pedro,

    Andas por que zona de Inglaterra? Andas por cá em trabalho?

    Bruno

  2. Pedro Says:

    Nottingham, a fazer um PhD durante os próximos três anos.

  3. dsl9 Says:

    100 euros por um ipod usado ainda é dinheiro.

  4. Pedro Says:

    É tudo uma questão de perspectiva. Para o meu uso é dinheiro bem gasto, especialmente quando posso substituir manualmente as peças mais dadas a problemas: bateria e disco rígido.


  5. Senhores, boa tarde,

    Gostaria de saber das condições de venda, preço, etc…
    do iPod photo 30GB

  6. Pedro Says:

    Comprei por cerca de 100 euros a um vendedor na eBay inglesa que tinha bom feedback.

    Chegou depressa, bem embalado e está a funcionar perfeitamente.

    Não, não está à venda😀.

  7. João Says:

    Só uma pequena nota: os iPods com ligação USB também servem para fazer boot duma instalação do OS X nos Mac Intel.

  8. Pedro Says:

    Eu sei que permite fazer boot, como qualquer disco USB. Mas é mais lento e eu tenho sempre as portas USB ocupadas.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: