Apple Store Portuguesa: Up and running

O rumor confirmou-se. Já está online a nova Apple Store Portuguesa.

Apple Store - Portugal - Welcome to Apple Store.jpg

(sic, o acento está mesmo ao contrário e há diversas falhas de tradução espalhadas pelo site)

Portanto podemos cantar e dançar e agradecer aos deuses esta boa nova.

Confirma-se também o que há meses andava a dizer: a Apple já não olhava com os mesmos olhos para Portugal.

Passando à parte negativa, vejam o que está descrito na parte das garantias:

10. Limites da garantia a um (1) ano

10.1 Todos os Produtos novos de Hardware beneficiam de uma garantia limitada a um ano em caso de existência de defeitos de fabrico e concepção. Os termos e condições da garantia, os quais formam parte integrante deste Contrato, encontram-se disponíveis no link abaixo. Os termos e condições constam igualmente da caixa do Hardware da Apple. O Cliente pode obter uma cópia da garantia limitada dos produtos de Hardware da Apple, incluindo os seus limites e exclusões, antes de efectuar a compra, acedendo ao link abaixo. A garantia limitada engloba apenas os produtos de Harware da Apple (conforme definidos abaixo), não incluindo o Software, Serviços ou outros Produtos. O Cliente deverá consultar as licenças de Software para determinação das garantias aplicáveis ao Software.

I told u so.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

19 comentários em “Apple Store Portuguesa: Up and running”


  1. Relativamente à garantia, em portugal temos o DL 67/2003 que diz que a garantia de um bem móvel é de 2 anos, sempre sem excepções.

    Dar apenas um ano é ilegal e não há volta a dar.


  2. 🙂 Essa coisa das garantias terá certamente que ser revista pela Apple, porque não há volta a dar-lhe e é a lei. O mesmo acontecerá em todo a Europa… digo eu que sou muito optimista🙂

  3. JP Antunes Says:

    Felizmente a lei nacional prevalece sempre sobre qualquer regra ou “lei” de um empresa.

    Decreto-Lei n.º 67/2003 de 8 de Abril

    Artigo 2.º
    Conformidade com o contrato
    1 – O vendedor tem o dever de entregar ao consumidor bens que sejam conformes com o contrato de compra e venda.
    2 – Presume-se que os bens de consumo não são conformes com o contrato se severificar algum dos seguintes factos:
    d) Não apresentarem as qualidades e o desempenho habituais nos bens do mesmo tipo e que o consumidor pode razoavelmente esperar, atendendo à natureza do bem e, eventualmente, às declarações públicas sobre as suas características concretas feitas pelo vendedor, pelo produtor ou pelo seu representante, nomeadamente na publicidade ou na rotulagem.
    Artigo 3.º
    Entrega do bem
    1 – O vendedor responde perante o consumidor por qualquer falta de conformidade que exista no momento em que o bem lhe é entregue.
    2 – As faltas de conformidade que se manifestem num prazo de dois ou de cinco anos a contar da data de entrega de coisa móvel corpórea ou de coisa imóvel, respectivamente, presumem-se existentes já nessa data, salvo quando tal for incompatível com a natureza da coisa ou com as características da falta de conformidade.

    A lei de defesa do consumidor já me valeu um upgrade gratuito num produto que tinha comprado. Mas não posso contar a historia aqui :o)

  4. Gonçalo M. Says:

    10.3 SE O CLIENTE FOR UM CONSUMIDOR, AS GARANTIAS REFERIDAS SÃO APLICÁVEIS NA MEDIDA EM QUE NÃO VIOLEM NORMAS LEGAIS IMPERATIVAS.

    Parece-me que eles aqui assumem implicitamente a garantia de dois anos.

  5. Bruno Amaral Says:

    Posso estar enganado. Mas acho que em Portugal, este género de produtos é obrigado por lei a ter uma garantia de 2 anos.

  6. MJ Valente Says:

    Bom… então quem lhes põe a primeira acção em cima?!

    (A ti, ó senhor das leis: podemos lutar pelos dois anos, ou achas duvidoso que valha a pena?)

  7. detig Says:

    @todos

    Deem-me um par de dias para pensar sobre isto. Conheco bem o DL 67/2003 e o equivalente espanhol, bem assim como o texto que estava no site da apple em Portugal *antes* da mudanca e que dizia expressamente que a garantia era de 2 anos. Ate pedi a alguem para fazer um screenshot dessa pagina😛.

    E em relacao ao actual, vou confirmar, mas aposto que e traduzido do espanhol.


  8. […] Lá teremos que gramar com a mini-garantia da Apple: apenas um ano. (Pergunto-me o que aconteceria se alguém levasse a Apple a tribunal por causa disto.) Nota: Leiam a discussão a propósito disto no Spinning Beachball. […]

  9. ruimoura Says:

    A mim parece-me uma discussão de um não problema. Não vai chegar a Apple agora aqui e estar acima da lei, como quem não quer a coisa. Isto por vezes parece a somália, mas neste ponto não há excepções.

  10. Dextro Says:

    Ou muito me engano ou o facto de as garantias de bens móveis serem obrigatoriamente de dois anos é fruto de uma directiva comunitária o que implica que terá de ser assim em todo o espaço europeu e não apenas em Portugal.


  11. […] li em vário sítios (aqui, aqui e aqui) (ainda não confirmei na loja) que a garantia que a Apple oferece para os seus produtos é de […]


  12. porque é que não ligam para lá???

    Eu já liguei… e o apoio técnico, muito simpático disse-me que a garantia oferecida é à partida de um ano… mas que no caso português já estão ao corrente da obrigatoriedade de dois anos, e tal terá que ser cumprido… a ver vamos…

  13. Manuel Silva Says:

    Estou, ainda, de boca aberta (não entrou mosca) !
    E pensava eu que era um tipo bem informado.

    Além das vantagens da Apple store referidas podem adiantar outras ?

    Podemos encomendar fotos e álbuns através do iphoto ?

    A logística, aqui não inclui a interlog, como fica ?
    Os pequenos revendedores ? Não tem a ver com o interesse no negócio, tem a ver com utilizador, vamos experimentar o produto num revendedor e comprar on-line ?

    Quanto tempo vão sobreviver e depois o utilizador vai experimentar onde ?

    Ainda as garantias:
    Mais um pouco de googe, direito, ou, enfim, um pouco de pesquisa.
    Como estão, ainda nisso…

    Cláusulas contratuais gerais
    Decreto-Lei nº 446/85, de 25 de Outubro

    O Dec.-Lei n.º 446/85, de 25.10, alterado pelo Dec.-Lei n.º 220/95, de 31.01 e pelo Dec.-Lei n.º 249/99, de 07.07, introduziu no ordenamento jurídico português o regime da fiscalização judicial das cláusulas contratuais gerais, enquanto exteriorização dos direitos do consumidor. Este diploma aplica-se, nos termos do n.º 1 do art.º 1.º às “cláusulas contratuais gerais elaboradas sem prévia negociação individual, que proponentes ou destinatários indeterminados se limitem, respectivamente, a subscrever ou aceitar”.

    Com os melhores cumprimentos

    Manuel Silva

  14. Diogo Lemos Says:

    Mas será que só eu leio que no nº2 do artigo 5º(prazos do Decreto de Lei 67/2003 que: “o prazo dos dois anos pode ser reduzido a um ano por acordo das partes”? Logo, em Portugal, segundo a lei que temos a Apple só precisa de dizer: nós só damos o produto se vocês aceitarem uma garantia de um ano. E quem quer compra… quem não quer não compra. Isto do meu ponto de vista, mas quem me conseguir fazer mudá-lo, faça o favor, que estarei atento a alguma reparação da minha lógica.

  15. kincas Says:

    To Diogo Lemos

    Também tem de ler todo o Dec. Lei 67/2003. Leia o Art. 1 ponto 1. Depois vá ler o que ele indica.
    A questão está em que nome foi facturado o Mac.
    Se for em nome individual tem 2 anos. Se foi em nome de uma firma tem um ano já que esta lei (de defesa do CONSUMIDOR) não se aplica a contratos entre empresas.

  16. kincas Says:

    To Diogo Lemos.

    Ainda continuando.
    Se for um consumidor final mesmo que a Apple diga ” nós só damos o produto se vocês aceitarem uma garantia de um ano. E quem quer compra… quem não quer não compra” e o cliente comprar tem 2 anos de garantia. Pois o que prevalece é a Lei e não o que uma qualquer firma diga ou escreva. Mesmo que o cliente assine a concordar.
    Só tem validade se for um bem em 2ª mão.

  17. Amaia Says:

    Como se vê na Vobis a garantia é de 24 mêses, como não podia deixar de ser.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: