Novos teclados da Apple à venda em Portugal…mas sem caixa

Há já umas quantas semanas que os novos teclados da Apple estão finalmente a ser comercializados em Portugal. Já não era sem tempo.

Depois de numa primeira fase o modelo actual de iMac continuar a ser vendido com o teclado antigo – sem qualquer referência ao novo, redução de preço ou semelhante – num segundo momento essa situação foi ultrapassada.

E quando tudo parecia estar bem…eis que este utilizador da Techzone descobriu que os novos teclados estavam a ser vendidos avulso….mas sem caixa.

Tendo contactado a Interlog por email, a alegada resposta do importador foi esta:

Cumpre-nos informar que os teclados em questão são fabricados exclusivamente para Portugal e fornecidos sem embalagem exterior.

Deixo duas perguntas à Interlog:

1. Uma eventual caixa portuguesa seria assim tão diferente da internacional?

2. O teclado antigo não era também ele “fabricado exclusivamente” para Portugal? Então por que raio era vendido com caixa?

Agora a sério. Quanto mais tempo vai continuar esta brincadeira de tratar os clientes como gado?

Explore posts in the same categories: Portugal, Teclados

19 comentários em “Novos teclados da Apple à venda em Portugal…mas sem caixa”

  1. kincas Says:

    Lamentável, mas bem ao “estilo” da Apple IMC.
    Quem o comprou deverá fazer chegar a sua queixa à Interlog, à Apple Imc. e à DECO.
    Deverá também (na minha opinião) deixar a sua queixa no livro de reclamação do estabelecimento onde comprou.
    Era o que eu faria.

  2. ajax Says:

    Cheira-me, sniff, sniff, que são os teclados que NÃO entregaram aos que compraram os novos iMacs. 🙂

  3. detig Says:

    @Ajax: Impossível. A Interlog não faria uma coisa dessas😀.

  4. João Filipe Says:

    Muito bem apontado..
    E já agora, outro facto interessante:
    Por exemplo, a maczone anuncia a venda de “imac+teclado”, como se pode ver em:
    http://www.mzp.pt/?Cat1QS=53&Cat0QS=11&PLATAFORMA=MAC
    No entanto, um folheto destes senhores que me chegou à mão há dias, apresenta preços diferenciados “imac+teclado” e “imac-teclado”. Tinha ideia que o standard era o “pacote”, senão qualquer dia até o cabo de alimentação é apresentado como um extra/brinde/aparte.

    Parece-me que definitivamente a lógica de mercearia chegou ao mundo Apple em Portugal. Tal se deve ao historial da Interlog e à falta de presença “proprietária” da marca no nosso país mas não só:
    Dois fenómenos que infelizmente tendem a agravar-se depois da mudança para Intel e da consequente queda dos pseudo-paradigmas de (in)compatibilidade: a massificação e a ciganice (com o devido respeito e distâncias!).

    Não está longe o dia em que se encontrarão à venda teclados na Feira da Ladra, embrulhados em plástico, amontoados num cobertor no chão, e ratos Apple enfiados numa gabardina suja – mas também embrulhados em plástico – oferecidos discretamente..

  5. ajax Says:

    Tudo e possivel mas convem nao transformar a ficcao em realidade.
    Desculpem-me a falta de acentos mas a culpa e’ da Apple por nao
    ter pensado em nos quando lancaram estas coisas maravilhosas
    sensiveis ao toque. Estar numa esplanada e vir ate aqui
    ‘a bola rodopiante e interessante quando se espera por
    alguem. A pontualidade Britanica, que os mais informados sabem
    que e’ um mito, deveria ser massificada.


  6. Acho que neste caso deverão queixar-se directamente à Apple e não à Interlog. Não vejo teclados portugueses em lado nenhum. Oficialmente só existem os seguintes modelos:

    Inglês (internacional), Inglês, Belga, Holandes, Francês, Dinamarquês, Alemão, Suiço, Eslovaco, Norueguês, Espanhol e Italiano.

    Isto confirma que o teclado Português é um caso especial e a Interlog têm de andar a pedir por favor à Apple para que os faça.

    Anyway, para que é que é necessário um teclado Português para a maioria dos geeks que por aqui andam? Nós temos vivido em teclados alemães à vários anos e limitamo-nos a mudar o Mac OS X para teclado Português.

    Vocês ainda precisam de olhar para as teclas do teclado para saber onde elas andam?

  7. kincas Says:

    To João Filipe.

    A venda de teclados não US sempre foi “separada”.
    Embora o preço anunciado da máquina seja sempre já com teclado o mesmo tem um preço.
    Então se o cliente não quiser teclado será descontado esse valor.

    Os distribuidores ao encomendarem à Apple IMC encomendam x máquinas XPTO mais x teclados PT. Na factura que recebem vem separado. Ao venderem ao cliente vendem 1 produto que é composto pelo teclado + pela máquina.

  8. João Filipe Says:

    To Kincas.

    Relativamente à sua afirmação de venda de teclados não US corrijo-o respeitosamente sem entrar em descrições extensas, apenas com base em 3 ou 4 consultas – só para o iMac – da configuração apresentada:

    Apple Francesa:
    Accessoires matériels: Télécommande Apple Remote, clavier Apple et souris Mighty Mouse

    Apple UK & Ireland:
    Hardware accessories: Apple Remote, Apple Keyboard and Mighty Mouse

    Apple Brasileira:
    Hardware accessories: Apple Remote, Apple Keyboard, and Mighty Mouse

    Apple Espanha:
    Accesorios: Mando Apple Remote, teclado Apple Keyboard y ratón Mighty Mouse

    (se desejar mais exemplos, pode pedir-me: nas línguas que não conheço, arranjo maneira de perceber e traduzir o que lá está!)

    Apple-dita-IMC-Portugal:
    Acessórios de hardware: Apple Remote, Teclado Apple (vendido separadamente) e Mighty Mouse

    Ora só em Portugal se encontra até agora o tal “vendido separadamente”. Não surge nenhum “sold separately”, “vendu Séparément”, “venta por separado” etc..

    Isto explica o “mistério dos teclados embrulhados em plástico”, e os factos aqui demonstrados encarregam-se de uma só conclusão:
    A “representação” portuguesa da marca assobia para o lado ao vender n máquinas XPTO mais n teclados PT e colocar o tal “vendido separadamente” no seu site. Porque o faz? Onde vão parar os n-x teclados em sacos de plástico dos utilizadores que levaram dos teclados PT antigos?
    Como uma estrutura como a Interlog não deve ser “auditável” pela Apple, só resta uma conclusão: aqui há gato (pronto, mudo a expressão, e não uso mais “ciganice”!).
    QED.

  9. kincas Says:

    Quer dizer que quem estragar um teclado nos outros países não o pode comprar um avulso?

    Deve estar a ver noutra Apple IMC.

    Da store da Interlog para o iMac

    “Conteúdo da Caixa
    • iMac
    • Cabo de alimentação
    • Comando remoto Apple
    • Teclado Apple
    • Mighty Mouse
    • DVDs de instalação/recuperação
    • Documentação impressa e electrónica”

    “Opções de Configuração3
    • Memória até 4 GB
    • Disco rígido até 1 TB
    • Teclado Apple Wireless e wireless Mighty Mouse
    • Apple USB Modem
    • Software Apple pré-instalado”

    https://store.apple.com.pt/IMC-Apple-Store/WebObjects/Astore.woa/wa/record?id=iMAC_NEW

    e eu é que digo qed pois voçê não demonstrou nada.

  10. kincas Says:

    “Todos os modelos iMac, incluêm de série um o novo teclado com fios da Apple, mas caso pretenda, poderá optar por um Teclado sem fios (Apple Wireless keyboard) da Apple.”

    https://store.apple.com.pt/IMC-Apple-Store/WebObjects/Astore.woa/1/wo/DfJz5indtcTlnFMns4Uq10/2.15

  11. João Filipe Says:

    Claro, caro Kincas, mas mas tal não explica o “vendido separadamente” que referiu, se afinal “incluêm de série um o novo teclado com fios da Apple”?

    Nem o insólito da situação – felizmente já ultrapassada – dos iMacs novos com teclados antigos.

    Mas francamente… embrulhados em plástico, tal como um saco de frutas?

  12. kincas Says:

    Vamos a ser honestos e correctos.
    A situação inicial é “justificável” desde que caso o cliente pretenda sejam trocados pelos novos.
    É perfeitamente aceitável que sendo um teclado “diferente” não existisse hipótese real de o ter na data do lançamento do novo iMac.
    Outra coisa completamente diferente é a entrega deste em “sacos de plástico”. Eu próprio critiquei isso no meu blog.
    Julgo que quando é de criticar se deve criticar. Quando é de louvar, louvar. E acima de tudo ser correcto.

    Não apresentou onde está o “vendido separadamente” para eu poder fazer um comentário “válido”.

  13. João Filipe Says:

    Caro/a Kyncas,

    Quis dizer tão pouco uma coisa simples:

    Em Portugal é o único local onde nas configurações, como inicialmente o/a Sr./a tinha indicado, que o teclado Apple é anunciado como “vendido separadamente”, no âmbito da apresentação de um outro produto, neste caso, o iMac, nas suas configuração.
    http://www.apple.com.pt/por/apple/hardware/imac/specs.html
    Assim mais me ajudou e encontrou (mais) uma contradição: muito obrigado.

    No entanto, nunca afirmei em lado nenhum que nos outros países não se poderia adquirir um teclado avulso. Apenas afirmei, volto a sublinhar, que na descrição de um iMac, em Portugal é o único onde dizem que o teclado é “vendido separadamente”.

    Este foi o meu QED e não outro, e qualquer outra interpretação, caro/a, foi objecto de desejo e não estava presente em qualquer palavra do que escrevi.

    PS: Já agora informo-o de que nunca, em Portugal, consegui obter sucesso em encomendas de teclados avulsos Apple. Por diversas vias, por diversas vezes em âmbito profissional e pessoal em 2001, em 2004, em 2005 e em 2006. Sempre “esgotados”, era a resposta, enfim, devo ser um azarado!

  14. detig Says:

    @kincas

    Estaria de acordo caso a Interlog tivesse sido clara com as pessoas que compraram o iMac prateado antes do correspondente teclado estar disponível em versão portuguesa, dando as seguintes opções:

    – descontar o preço do teclado no conjunto, caso o cliente não quisesse o antigo
    – fornecer o teclado antigo a um preço reduzido
    – dar um teclado dos novos de localização estrangeira (espanhóis, por exemplo)

    Não o fizeram e limitaram-se a empandeirar os monos dos teclados antigos aos incautos que compraram os iMac, vendendo gato por lebre.

    Pessoalmente acho isto mais vergonhoso que o vender os teclados sem caixa. Quase que aposto que a Interlog os recebeu sem caixa a um preço mais baixo por fazerem parte do pacote iMac (referente aos iMacs vendidos sem teclado alumínio). Se estiver certo dentro de algumas semanas/meses aparecerão os ditos teclados à venda com a respectiva caixa.

  15. kincas Says:

    Como anteriormente escrevi. “A situação inicial é “justificável” desde que caso o cliente pretenda sejam trocados pelos novos.”

    Eu gostaria de ver o que vocês diriam se os iMacs viessem com teclado US, Esp ou mesmo sem teclado.
    Não digo que a atitude foi correcta (pois não comprei nenhuma máquina nessa altura). Não sei como foi vendido. Mas correcção impera.

    detig Não tenha certezas do que não sabe. Olhe que pode perder as apostas. Está a tornar-se perito nisso.

    O João Filipe deve mesmo ser azarado. Eu mudava de loja onde adquire as suas máquinas.
    Já compro Mac há várias décadas e não estavam sempre esgotados. Já tive situações dessas mas também já tive a máquina no dia seguinte.
    Olhe que teclados avulso pode ter no dia seguinte (por exemplo comprando na Servisoft).
    http://www.servisoft.pt/produtos.asp?pesq=teclado+Apple&v=pes&tp=&m=&lt=&urlPesq=http%3A%2F%2Fwww.servisoft.pt%2F

    Eu mandei vir um Wireless e estava com ele no dia seguinte.

  16. detig Says:

    @kincas

    E quantas trocas houve? Há alguma referência no site da Interlog? Algum comunicado *oficial*? Uma carta? Um papel? Zero, nada, rien, niente. Como sempre.

    A realidade é esta: durante algum tempo os iMac prateados foram vendidos com teclados antigos, ponto.

    Para perder apostas é preciso apostar, fazer escolhas, o que acarreta riscos. E se estiver enganado, não vem mal nenhum ao mundo. Durmo bem na mesma e não me caem os parentes na lama🙂.

    A mim a interlog demorou-me 2 meses a trocar um teclado wireless na altura em que estavam esgotados (inicios de 2006).

  17. kincas Says:

    Pois fique a saber que é a Interlog que tem de comprar os teclados PT. É ela que dá a “ordem de produção”. mas não há mal nenhum nisso. São os acordos comerciais que são feitos com a Apple Inc.

    Tal como a Pentavisão o faz para a aplicação Final Cut.

  18. João Filipe Says:

    Kincas,

    Certa vez, cheguei a uma atm multibanco e tinha 150 euros à minha espera, como também, já fiquei diversas vezes com o cartão preso. Eu sou tão azarado que até cheguei a ter uma máquina “presa” durante 9 (!) meses na Interlog, que é onde todas as lojas em portugal vão buscar, como também já recebi material de um dia para o outro.. mas os teclados, esses, escapavam-se-me consecutivamente, e nem através de “insiders”!

    Detig,
    ainda vou mais longe e o facto é que a Interlog no seu nascimento, nunca teve uma estrutura orientada para o mercado, mas sim à satisfação das necessidades internas de quem a detém maioritariamente.
    E.. não deixe de fazer apostas, mesmo que as perca. A perspectiva crítica é muito mais interessante, rica e dinâmica que um “mundo bem feito”.

    Obrigado pelo spinningbeachball.

  19. kincas Says:

    To João Filipe

    Nem todas as lojas em PT vão buscar o material à Interlog.
    Como pensa que ao LojaMac tem os produtos novos mais cedo? (por ex.)

    Tem de “mudar de insiders”😉

    Mas tem razão em algumas coisas.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: