As credenciais “verdes” da Apple

Quando a Apple descobriu as suas credenciais verdes, um dos argumentos aduzidos a seu favor foi a redução significativa do tamanho das embalagens em que eram vendidos os iPod. Na altura, esqueceu-se de referir que no caso do nano havia trocado o papel por plástico grosso e transparente (bem rijo) mas isso são contas de outro rosário.

Pois bem, será que esse argumento se mantém? No caso do nano tenho ideia que não:

IPod-Nano-package.jpg

(imagem do nano de 2ª geração que estava disponível com a referência de diminuição do tamanho em 50%, tirada da Wikipedia)

ipodunboxing2.jpg

ipodunboxing3.jpg

(Imagens Ars Technica)

Não tendo dados concretos, parece-me que o argumento da diminuição de volume foi cano abaixo. Terá havido sim, um aumento das dimensões da embalagem do novo nano.

Acho óptimo que as empresas procurem credenciais verdes e mostrem o que fazem bem. Não venham é dizer que reduzem a embalagem por considerações ambientais quando, na geração seguinte do mesmo produto, a aumentam devido à mudança de formato do produto.

Este facto prova que a redução da embalagem do anterior nano se deveu tão somente a considerações económicas e de imagem, sendo a questão ambiental apenas e só uma externalidade positiva. É bem diferente de bradar aos quatro ventos que desde o início se quis reduzir a embalagem devido ao seu impacto negativo no ambiente.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

4 comentários em “As credenciais “verdes” da Apple”

  1. kincas Says:

    Sendo o novo nano mais pequeno, julgo que a sua embalagem embora idêntica também terá diminuido. Pela imagem parece-me.
    De qualquer forma sei pelo shuffle que também veio do cartão para o plástico, tal como o nano.

  2. detig Says:

    É mais pequeno em altura, mas muito mais largo. E repara como na primeira imagem não há quase espaço livre entre o nano e a parede. Já no novo nano há imenso espaço entre o nano e a dita embalagem.

    Por acaso esqueci-me de falar no shuffle. É que o shuffle (pelo – o antigo) utiliza a mesmíssima caixa do nano 2G, sendo francamente mais pequeno. Ou seja, desperdiçando bastante espaço. Para quem é verde…esqueceram-se do pequenito😀

  3. bruno_eg Says:

    É mais do que provado que a única maneira de as empresas ligarem ao ambiente é obrigando-as ou se for no caso que tenham mais lucros, caso contrário esqueçam. São todas iguais.

  4. detig Says:

    Eu não tenho nenhum problema em que as empresas melhorem os seus lucros e ao mesmo tempo adoptem práticas ambientalmente conscenciosas.

    O que não aceito é a desonestidade intelectual por detrás de PR “verde” como o exemplo da Apple: Somos tão verdes, tão verdes que de uma geração (nano 1G/Ipod Video) para a outra (nano 2G/Video 5.5) diminuímos os tamanhos das caixas para logo na geração seguinte a caixa do nano ter de aumentar devido ao novo formato. O que prova que a ranterior redução da embalagem não obedeceu a quaisquer critérios ambientais, mas sim económicos.

    Tais critérios são válidos per si, mas não valem como critérios ambientais.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: