Novos Macbook Pro

A Apple lançou hoje – sem pompa, nem circunstância – os seus novos MacBook Pro. Como grandes novidades desta revisão temos novos processadores com o chipset Santa Rosa, novas gráficas GeForce 8600m GT e o ecrã com retroiluminação LED no modelo de 15". Os preços mantêm-se inalterados nos EUA, baixando ligeiramente na Europa, quiçá fruto da vergonha pela (dis)paridade de preços entre ambos os continentes quando o euro vale mais 30% que o dólar.

Quanto aos processadores e o chipset Santa Rosa, a diferença não é de monta, como já haviam provado os testes realizados com modelos de fabricantes concorrentes. Mais uns Mhz (2.16 vs 2.2Ghz e 2.33 vs 2.4Ghz), bus mais rápido (800 vs 667Mhz)

No que toca à gráfica outro galo canta. Passar de uma vetusta X1600 (nem sei quanto tempo tem o chipset, mas seguramente demasiado) para uma recém lançada 8600m GT tem que se lhe diga. Além do chuto na AMD, é a primeira vez desde que me lembro que a Apple coloca gráficas actuais nos seus portáteis, pois os anteriores MacBook Pro, PowerBooks e iBooks tiveram sempre aceleradores gráficos de penúltima geração. Uma boa mudança para melhor.

E por fim, la piéce de résistance: o novo ecrã. Como já se intuía desde a carta de Jobs sobre ambientalismo, os MacBook Pro de 15" são os primeiros computadores a trazer de origem ecrãs com retroiluminação LED, mantendo a resolução de 1400*900 pixeis e o nível de brilho. Claro que nas especificações existentes no site da Apple, são luzidas as novas credenciais ambientais deste modelo:

Display’s the thing
A great video processor powers a great display. The new MacBook Pro is available in 15-inch models with a new mercury-free, power-efficient LED-backlit display and a 17-inch model with an optional 1920-by-1200 pixel display.

More than beautiful
The new 15-inch MacBook Pro is better for the environment, thanks to its new mercury-free display. Backlit by light emitting diodes (LEDs), the display weighs less and is more power efficient than the cold cathode fluorescent lamps (CCFLs) which most notebooks employ, and provides full brightness immediately after the system is turned on.

Estranho – ou não, tendo em conta o sururu com os painéis de 6 bits dos MacBook Pro agora retirados – é nas especificações técnicas não se falar em "milhões de cores" como originalmente, mas num belo cozinhado de relações públicas:

Everything is illuminated
MacBook Pro makes your ideas more enlightening with a sharp, high-resolution screen. See blacker blacks, whiter whites, and many more colors in between on a brilliant 15.4-inch, 1440-by-900-pixel or 17-inch, 1680-by-1050-pixel digital display. Enjoy a nuanced view simply unavailable on other portables.

Era dispensável dizer tão claramente que os ecrãs fornecidos pela Apple até hoje são uma bosta. Gosto especialmente da qualidade "nuanceada" da imagem não disponível noutros portáteis. Como nos MacBook Pro ora substituídos, por exemplo.

Continuamos sem saber o que de errado têm os ecrãs actuais ou se os novos já dispõem de ecrãs de 8 bits. O texto publicitário é suficientemente dúbio para poder ser interpretado das duas maneiras. Afinal de contas, é um texto publicitário, não um artigo académico. Aposto que foi escrito e reescrito até à exaustão.

Fazendo o resumo, e sarcasmos à parte, trata-se de uma boa actualização que vem repor valor num modelo que estava a ficar claramente ultrapassado, principalmente no que toca aos dois calcanhares de aquiles das versões substituídas: ecrã e placa gráfica.

Para a WWDC ficam os novos iMac.

EDIT: Fui agora verificar e nas especificações técnicas propriamente ditas, volta a aparecer a referência aos milhões de cores:

15.4-inch (diagonal) TFT display with support for millions of colors;

Explore posts in the same categories: Uncategorized

4 comentários em “Novos Macbook Pro”

  1. mac2 Says:

    Isto faz-me lembrar aquela do “billions and billions” do Carl Sagan. Contudo, ao contrário da Apple, parece que efectivamente o Sagan nunca disse “billions and billions.” Já a Apple…😛

  2. mac2 Says:

    À parte: gosto da nova imagem no cabeçalho. Onde é?

  3. detig Says:

    Lol, não é no topo de uma montanha no Oregon e não teve tratamento via doubletake (por acaso odeio não poder mexer no tamanho do cabeçalho sem pagar à WordPress, estraga-me boa parte dos enquadramentos).

    Foi uma das 311 fotos que fiz este fim-de-semana na Costa Brava. Essa foto em concreto foi feita na playa de la Fosta, ao pé da vila de Palamós.

    Ao longo das próximas semanas irão aparecendo outras fotos, pois pelo menos uma mão cheia tem enquadramentos que encaixam bem no tamanho do cabeçalho actual.


  4. Já agora… se apresentaram já os Macbookpros… o que raio vão apresentar na wwdc para profissionais? será um enfoque total no Leopard para nos deixar água na boca mais uns meses??? ou será algo novo para o desktop que se mantenha a par com estas novas specs??? aquela 8600 já suporta directx 10..sweet!!!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: