Fim da minha história de horror com a Interlog?

Como já varias vezes aqui relatei, não sou grande fã dos serviços técnicos da Interlog e com motivos bastantes.

Primeiro foram dois ou três meses para trocar um teclado wireless, em seguida a brincadeira da recolha mundial de baterias com regras diferentes às dos restantes países, e, por fim, a triste saga do meu Powerbook (aqui, aqui e aqui).

Parece que a saga está finalmente a chegar ao fim. Após uma espera de quatro meses e meio (!) a Interlog fez aquilo que deveria ter feito de início e que em Dezembro serviços técnicos autorizados da Apple me disseram que aconteceria se o computador pudesse ser reparado em Espanha: substituí-lo. Por isso também entreguei o Powerbook para reparar com o respectivo relatório com as peças avariadas.

Mas para se fazer em Portugal o que em Espanha levaria um par de dias foi preciso esperar quase cinco meses, enviar mails e cartas extremamente duros (em papel timbrado do escritório, claro) e aguardar que os seres iluminados de Alfragide fizessem o que era suposto.

Admite-se deixar uma pessoa sem uma ferramente de trabalho durante quatro meses e meio por pura incúria? Para ao final de dois meses estar “reparado” em estado pior que o original e sem entregar um mísero relatório (até a minha mixuruca máquina da Canon teve direito a essa honra)? Para depois de ser devolvido à FNAC e exigidas instruções por escrito à Interlog esta não dizer nada durante dois meses?

É esta a imagem que a Apple quer ter em Portugal?

Naturalmente tive que comprar um novo Macbook Pro (felizmente tinha condições para isso) e o meu pai “herda” agora um computador totalmente novo. Pode ser que largue o Windows.

Conclusão, mantenho a minha opinião profundamente negativa dos serviços técnicos da Interlog. Comparados com idênticos serviços em Espanha são lentos, amadores e incompetentes. Ainda hoje não responderam por escrito à minha carta como lhes pedi e é de educação. Seguramente nunca terei também um pedido de desculpas.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

2 comentários em “Fim da minha história de horror com a Interlog?”

  1. mac2 Says:

    É efectivamente uma história de horror. Não compreendo como alguém com um mercado que, ainda que de pequena dimensão, está em expansão, se permite fornecer um serviço tão, mas tão, mau. A anos-luz do que se passa nos países onde a Apple está oficialmente instalada. Não há nada que se possa fazer para lançar um alerta à nave-mãe? (Porra, expandam o serviço de Espanha cá para o nossos lados. União ibérica já!)

  2.  Mac² Says:

    […] Se estiverem com vontade de ler outra história de horror, podem passar pelo Spinning Beachball. […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: