Sobre o modesto upgrade dos MacBook

Os Macbook sofreram ontem um modestíssimo upgrade. Processador de 2Ghz para o modelo mais fraco, 2.16Ghz para os outros dois, memória de base de 1GB (about time…), discos maiores e WiFi 802.11n. E nada mais. Os preços mantém-se.

Plataforma Santa Rosa nem vê-la. Que quererá isto dizer? Simplesmente que o Macbook será deixado a penar por quatro-seis meses até ao próximo refresh, e como não houve alterações nenhumas de engenharia nestes portáteis, significa que esses recursos estão enterrados noutro lado: no famoso modelo thin, nos novos MBP com ecrãs OLED e nos iMac.

Aposto que a renovação no MacMini também será minimalista.

Como já tinha acontecido com o lançamento dos Core 2 Duo, a Apple não estará na linha da frente do lançamento dos novos Santa Rosa, pois os seus concorrentes como HP, Lenovo ou Sony já apresentaram as renovações de gama.

Continuo a acreditar que veremos MBPs e iMacs Santa Rosa antes ou durante a WWDC em Junho, mas para isto não é necessário ser-se bruxo.

Por outro lado, a minha cabeça não atinge os motivos que levam a Apple a utilizar processadores para computadores portáteis nos iMac. Como o bus destes é mais lento, algum impacto terá na performance dos iMac.

Será uma questão de preços mais favoráveis na combo processador + chipset? Ou novamente evitar a dispersão de recursos de engenharia em plataformas diferentes?

Explore posts in the same categories: Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: