Por que faz sentido uma interface 3D para o Leopard

A onda dos rumores não para, mas este – confesso – tem bastante lógica.

O Infinite Loop, citando Huibert Aalbers acha que uma das secret features do Leopard poderá ser uma nova interface 3D, o que, a meu ver, faz muito sentido.

Em termos comparativos, desde que vi o Beryl em acção que estou convencido do caminho a seguir no que toca a GUI de computadores. Nunca mais olhei para um ambiente Aqua da mesma maneira.

Fiquei especialmente espantado por ver a primeira interface 3D bem feita aparecer em Linux (onde até ao momento sempre tinha achado as GUI sensaboronas e pouco interessantes) e não num Mac. Afinal de contas, a GUI dos Mac tem sido ao longo dos últimos 20 anos o standard que os restantes fabricantes de software (hint, MS) tentam acompanhar.

Comparando actualmente a interface Aqua com o Beryl, a primeira parece parada e antiquada. E uma nova interface no OS X faria milagres para captar o “wow factor”, deixando a GUI do Vista imediatamente obsoleta. Ou seja, no que toca ao ambiente gráfico, voltaria o OS X voltaria a cavar um fosso em relação ao sistema operativo mais moderno da MS.

Uma nova GUI explicaria duas coisas: o aparecimento do Core Animation e a aparente ausência de melhorias significativas no Finder (que levou à criação do acrónimo FFTF, ou “fix the fucking the finder”).

Por outro lado, sendo uma melhoria essencialmente gráfica – a não ser que a sua implementação implique uma verdadeira alteração de paradigma – a mesma não tem de ser comunicada com grande antecedência aos developers de aplicações, pois tais efeitos serão transparentes para os programas.

Caso contrário, poderá haver problemas com muitas aplicações se o efeito não for meramente visual e tiver implicações na relação do sistema operativo com os programas, pois não será dado grande tempo para adaptações.

Por fim, encaixaria bastante bem com o conceito de resolution independence (sem direito a acrónimo, mas quase). E se calhar está aqui a chave para os developers: preparem as vossas aplicações para resolution independence e aproveitem o Core Animation que o OS X trata do resto.

De qualquer forma, o “wow factor” de uma interface 3D será sempre inferior ao que seria se o Beryl não existisse.

Por falar em “wow factor”, com tanto rumor especulativo, não tarda nada a montanha Leopard estará a parir um rato (como eu me senti quando foi apresentado o Tiger: É tudo?). Penso eu de que.

EDIT: Em sentido contrário, o Graceful Flavor.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: