Macbook mini, faz sentido?

Já há algumas semanas que os sites de rumores da Apple andam doidos com a possibilidade de a Apple voltar a entrar no mercado dos subnotebooks, uns anos depois do saudoso Powerbook 2400.

E será que faz sentido a Apple atacar este segmento de mercado? Para mim, faz. Vejamos motivos e os porquês do actual timing.

Do lado dos motivos temos o tamanho e peso excessivo que os Macbooks (e Pros) têm. Para alguém que queira andar com o portátil atrás todos os dias, são desconfortáveis. É um facto. Eu ando com o meu MBP 15″ às costas duas vezes por semana e adoraria não andar.

Por outro lado, o Powerbook 12″ – embora não fosse exemplo de leveza – deixou saudades e ainda alcança preços elevados no mercado de segunda mão. Basta dar um salto ao Ebay e verificar esse facto.

Depois, no mercado japonês onde “size matters” (ao contrário do velho anúncio da Renault e do ditado de Yoda) quanto mais pequeno for o gadget, melhor. E os últimos trimestres têm sido agrestes para a Apple junto dos consumidores nipónicos.

Também, bem vistas as coisas a Apple não lança uma verdadeira novidade no que toca a Macs faz tempo. No último ano, o único modelo verdadeiramente novo foi o Macbook.

Passando para a parte da tecnologia. O timing não poderia ser mais adequado.

Dentro em breve a Intel vai lançar a plataforma Santa Rosa, com suporte para discos híbridos e memória flash embutida na motherboard (ou logicboard como a Apple teima em chamar-lhes). Estas novidades permitirão à Apple arriscar e lançar um modelo portátil bastante mais compacto que o habitual.

Há ainda outra tecnologia inovadora que poderá aparecer neste portátil mini: os displays iluminados com LEDs. Creio que um modelo pequeno é o veículo perfeito para introduzir esta novidade nos produtos da Apple. O display em si mesmo terá uma dimensão reduzida, os volumes de comercialização serão baixos e, tratando-se de um modelo inovador, a etiqueta de preço virá bem carregada. Com diversas novidades torna-se fácil cobrar um preço quase pornográfico.

Daí que não acredite num Macbook mini tanto como acredito num Macbook Pro mini. Mais uma vez a WWDC de Junho poderá ser o momento adequado para lançar este torpedo na água.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: